Sexta-feira, 4 de Junho de 2010

Manuel e Maria Emília Tito de Morais

A Comissão Executiva das CCTM foi constituída a partir de um grupo de familiares e de outros cidadãos amigos de Tito de Morais. Deriva da cidadania, da vontade, da boa-vontade e do voluntariado de uma equipa que, independentemente das suas opções políticas, entendeu apelar ao exemplo ético e cívico de Tito de Morais. O patrocínio e total apoio do Partido Socialista permitiram ganhar fôlego para esta aventura que está a poucos dias de se concretizar. A realização das iniciativas sugeridas e coordenadas pela Comissão Executiva e promovidas pela Assembleia da República, pela Câmara Municipal de Lisboa, pela RTP, pelos CTT, pela Fundação Mário Soares, pelo Grande Oriente Lusitano e pelo Partido Socialista, para além das realizadas pela própria Comissão Executiva, são a comprovação de que Portugal adquiriu já o estatuto de sociedade plural e tolerante, livre e democrática pela qual Manuel Tito de Morais sempre se bateu com sacrifício e abnegação.

Também prova disso é a Comissão de Honra presidida por Sua Excelência o Senhor Presidente da República, logo secundado por Suas Excelências o Senhor Presidente da Assembleia da República, o Senhor Primeiro-Ministro, os mais altos dignitários do Poder Judicial, os ex-Presidentes da República, muitos ex-Primeiros-Ministro, alguns membros do Governo e Deputados, os ex-Presidentes da Assembleia da República, alguns Conselheiros de Estado, o Presidente do Governo Regional dos Açores e pelos Presidentes da Câmara Municipal de Lisboa, de Cascais e de Sintra.

Para além das individualidades a que, apesar do cariz de cidadania destas comemorações, se deu tratamento de precedência protocolar sem qualquer desprimor para todos os outros membros da CH, integram ainda a Comissão de Honra o Presidente, o Secretário-geral e o presidente do Grupo Parlamentar do PS, o Secretário-geral da JS, a presidente do DNMS, os presidentes do PS Açores e da Madeira, o presidente da Associação Nacional dos Autarcas Socialistas, os directores do Portugal Socialista e do Acção Socialista, todos os Fundadores sobrevivos e ex-Presidentes e ex-Secretários-gerais do Partido Socialista e inúmeras personalidades e amigos de todos os quadrantes políticos que de alguma forma foram próximos de Manuel Alfredo Tito de Morais ou que com ele participaram na resistência e/ou na liberdade.

O reconhecimento do carácter ímpar de lutador pela democracia e liberdade do homenageado congregou o apoio da República Portuguesa.

Embora conste na seguinte relação o nome de Abdelaziz Bouteflika, Presidente da República da Argélia, a sua anuência à Comissão de Honra está ainda pendente de confirmação oficial e protocolar.

Muitos terão ficado não registados na Comissão de Honra mas, todos esses e também nós, sabemos que o não-registo não tem significado de exclusão da honra que é homenagear homens e mulheres com a fibra de Tito de Morais.

Para todos os que se associaram, colaboraram e permitiram a realização destas comemorações ficam os agradecimentos da Comissão Executiva das CCTM.

Luís Novaes Tito
Coordenador da Comissão Executiva das CCTM

 

Comissão de Honra das Comemorações do Centenário de Tito de Morais

Presidente
Aníbal Cavaco Silva

(precedência protocolar)
Jaime Gama
José Sócrates
Luís Noronha do Nascimento
Rui Moura Ramos
Guilherme d'Oliveira Martins
Lúcio Assunção Barbosa
António Ramalho Eanes
Mário Soares
Jorge Sampaio
Alberto Martins
Francisco Assis
Fernando Pinto Monteiro
Alfredo José de Sousa
Carlos Manuel Martins do Vale César
António Almeida Santos
Francisco Oliveira Dias
Barbosa de Melo
João Bosco Mota Amaral
Francisco Pinto Balsemão
António Guterres
Manuel Alegre
António José Seguro
Duarte Cordeiro
Fernando Rosas
Jorge Seguro Sanches
Maria de Belém Roseira
Maria Manuela Augusto
Marques Júnior
Ana Gomes
Edite Estrela
António Costa
António d’Orey Capucho
Fernando Seara

Internacional
Abdelaziz Bouteflika
Felipe Gonzalez
Pierre Schori

(ordem alfabética)
Acácio Ferreira Catarino
Alberto Arons de Carvalho
Alberto Marques Oliveira e Silva
Alfredo Barroso
Alfredo Carvalho
Almerindo Marques
Amândio Conceição Silva
Ângelo Grimaldi
António Arnaut
António Coimbra Martins
António Neves Gonçalves
António Pedro Campos
António Reis
António Vitorino
António Vitorino de Almeida
Aquilino Ribeiro Machado
Artur Cunha Coelho
Artur Santos Silva
Augusto Duarte Roseira de Mariz
Augusto Pinto Baptista
Basílio Adolfo de Mendonça Horta da França
Beatriz Cal Brandão
Bernardino do Carmo Gomes
Carlos Brito
Carlos Carvalhas
Carlos Lage
Carlos Luís
Catarina Vaz Pinto
Dido Sacchettoni
Dietter Dellinger
Dino Monteiro
Domingos Abrantes Ferreira
Edmundo Pedro
Eduardo Ferro Rodrigues
Elisa Damião
Emílio Rui Vilar
Eugénio Óscar Oliveira
Fernando Antunes Costa
Fernando Loureiro
Francisco Igrejas Caeiro
Francisco Simões
Francisco Tinoco de Faria
Germano de Almeida Lima
Helena Roseta
Ivone Carmona
J. Ferraz de Abreu
Jacinto Serrão
Jean Ziegler
João Corregedor da Fonseca
João Cravinho
João Gomes
João Lima
João Mário Mascarenhas
João Proença
Joaquim da Silveira
Jorge Wemans
José Augusto Carvalho
José Carlos Tavares
José Jorge Letria
José Leitão
José Luís Nogueira de Brito
José Manuel Maia Nunes de Almeida
José Manuel Tengarrinha
José Manuel Torres Couto
José Neves
Júlio Montalvão Machado
Leonel de Sousa Fadigas
Liberto Cruz
Luís Gaspar da Silva
Luís Nunes da Ponte
Luís Silva Lopes Roseira
Manuel António de Almeida A.Vasconcelos
Manuel Carvalho da Silva
Manuel Pedroso Marques
Manuel Rui Nabeiro
Manuel Tito de Morais
Manuel Van Hoof Ribeiro
Maria Antónia Catanho de Menezes
Maria Carolina Tito de Morais
Maria de Jesus Barroso
Maria do Carmo Maia Cadete
Maria do Carmo Ramos da Costa
Maria do Carmo Romão Sacadura dos Santos
Maria Emília Tito de Morais
Maria Fernanda Troni Carvalho dos Santos
Maria Helena Costa e Melo
Maria Natércia da Silva Santos Salgueiro Maia
Mário Mesquita
Mário Ruivo
Maryvonne Campinos
Narana Coissoró
Nuno Godinho de Matos
Pedro Coelho
Pedro Pezarat Correia
Pedro Ramos de Almeida
Reinaldo Alberto Ramos Gomes
Rodolfo Crespo
Roque Lino
Rui Amaral
Rui Pena
Rui Solheiro
Teresa Gião
Valério Ochetto
Vasco Lourenço
Victor de Jesus
Victor Manuel Trigueiros Crespo
Vítor Alves
Vítor Constâncio
Vítor Ramalho
Vítor Vasques



publicado por Luis Novaes Tito às 12:15
link do post | comentar |

Tito de Morais - 1974
CCTM
Comissão Executiva das Comemorações do Centenário de Tito de Morais

. . . . - HomePage -
pesquisar neste blog
 
contactos
Largo do Rato nº 2
1269-143 Lisboa
cctm@sapo.pt
cctm@ps.pt
autores
em destaque
. biografias (notas)
. - entrevista (M.José Gama)
. cctm - comissão executiva
. cctm - comissão de honra
. comunicação social/informação
. Portugal Socialista 2010
. depoimentos actuais
. depoimentos anteriores
. estórias
. exílio
. - Argélia
. - França
. - Itália
. família
. mensagens
posts recentes

Manuel Alfredo Tito de Mo...

Selagem do Blog

Audiência com o President...

Apresentação do relatório...

Relatório final das CCTM

Portugal Socialista - 201...

Portugal Socialista - Edi...

Legado, inspiração e estí...

Sempre em defesa dos valo...

Exemplo de empenho cívico

arquivos

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

últimos comentários
SUA SOLUÇÃO FINANCEIRA EM 72 HORAS.Incrível, mas v...
Boa noite,Ainda tenho uma carta do Francisco R.Cos...
Boa noite, sugiro que entre em contacto com a asso...
Boa noite, estou a realizar um trabalho no âmbito ...
Só lhe peço que refira que a imagem faz parte do e...
Boa noite caro amigo,Gostaria de lhe perguntar se ...
Estou a ver na TV informacao sobre a greve. Esta g...
Tenho seguido atentamente todos os passos destas c...
Li as vossas palavras e fiquei muito contente de s...
Excelente! É uma amizade exemplar que nem a distân...
mais comentados
7 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
tags

todas as tags

links
subscrever feeds
blogs SAPO