Domingo, 11 de Julho de 2010

Portugal Socialista - Edição comemorativa do centenário de Tito de Morais Acedi, de imediato, ao convite para escrever um depoimento por ocasião das comemorações do primeiro centenário do nascimento do meu camarada Tito de Morais. Mais tarde, reflectindo, perguntei-me o que mais poderia acrescentar ao que já se disse e se escreveu, e bem, sobre Manuel Tito de Morais.

Não acrescentarei nada, é certo, mas não quero deixar de juntar o meu reconhecimento à justa homenagem que lhe é prestada. Particularmente nos tempos que correm, sabe bem reconhecer num dos distintos membros da nossa família socialista a firmeza das suas convicções e a coerência da sua acção.

Recordar e celebrar a vida de Manuel Tito de Morais é um dever para quem acredita nos valores e nos princípios que devem guiar a vida pública.

Militava eu na Juventude Socialista quando conheci, pessoalmente, Manuel Tito de Morais. Conversámos algumas vezes. Sentia-se que estávamos na presença de uma personalidade singular para quem a lealdade e a solidariedade tinham significado.

Separados por várias gerações, encontramo-nos no espaço dos nossos valores socialistas e no combate pela qualidade da nossa República. Manuel Tito de Morais nasceu com a República e emprestou-lhe muito das suas forças e da sua dedicação.

Não o esqueceremos!

António José Seguro



publicado por CCTM às 20:00
link do post | comentar |

Domingo, 3 de Janeiro de 2010

António José Seguro - Portugal Socialista nº214 Manuel Tito de Morais é uma das mais importantes referências do Partido Socialista. Com Mário Soares e Ramos da Costa fundou a ASP e depois o PS.

Homem de tradições republicanas, oposicionista da primeira hora ao regime do Estado Novo, defendeu sempre o Socialismo Democrático como a melhor solução para Portugal.

No seu exílio, em Itália, teve um papel fundamental na ligação dos socialistas portugueses aos socialistas europeus, e esteve por detrás da criação do símbolo do PS.

Logo a seguir ao 25 de Abril, Tito de Morais por ter participado em todos os momentos de oposição ao anterior regime, consegue fazer a ponte entre os diferentes sectores revolucionários.

Foi eleito Presidente da Assembleia da República.

Consciência moral e crítica dos socialistas, tem como principais características humanas a coerência e a determinação. Ainda hoje, fiel aos seus ideais de sempre, conserva uma juventude de espírito e a energia do combatente que sempre foi.

Ao meu Camarada Manuel Tito de Morais expresso a minha profunda admiração.

António José Seguro

Fonte: Portugal Socialista 214 – Outubro de 1996



publicado por CCTM às 04:02
link do post | comentar |


Tito de Morais - 1974
CCTM
Comissão Executiva das Comemorações do Centenário de Tito de Morais

. . . . - HomePage -
pesquisar neste blog
 
contactos
Largo do Rato nº 2
1269-143 Lisboa
cctm@sapo.pt
cctm@ps.pt
autores
em destaque
. biografias (notas)
. - entrevista (M.José Gama)
. cctm - comissão executiva
. cctm - comissão de honra
. comunicação social/informação
. Portugal Socialista 2010
. depoimentos actuais
. depoimentos anteriores
. estórias
. exílio
. - Argélia
. - França
. - Itália
. família
. mensagens
posts recentes

Firmeza das convicções e ...

A energia do combatente

arquivos

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

últimos comentários
SUA SOLUÇÃO FINANCEIRA EM 72 HORAS.Incrível, mas v...
Boa noite,Ainda tenho uma carta do Francisco R.Cos...
Boa noite, sugiro que entre em contacto com a asso...
Boa noite, estou a realizar um trabalho no âmbito ...
Só lhe peço que refira que a imagem faz parte do e...
Boa noite caro amigo,Gostaria de lhe perguntar se ...
Estou a ver na TV informacao sobre a greve. Esta g...
Tenho seguido atentamente todos os passos destas c...
Li as vossas palavras e fiquei muito contente de s...
Excelente! É uma amizade exemplar que nem a distân...
tags

todas as tags

links
subscrever feeds
blogs SAPO