Terça-feira, 29 de Junho de 2010

Homenagem Nacional - Assembleia da República

Depois de ser sido lançado e posto em circulação um “postal-inteiro” comemorativo do centenário de nascimento de Tito de Morais, da autoria dos CTT, numa cerimónia realizada na Assembleia da República que contou com a apresentação de Pedro Coelho pelos CTT, Jaime Gama, anfitrião do evento e Carolina Tito de Morais, filha mais velha de Manuel Tito de Morais e Presidente da Comissão Executiva das CCTM, deu-se início, na sala da biblioteca, à Homenagem Nacional ao antigo presidente da Assembleia da República.

Usaram da palavra, Luís Barbosa, presidente da AEDAR, Domingos Abrantes pelo PCP, Fernando Rosas pelo BE, Narana Coissoró pelo CDS, Mota Amaral pelo PSD, Maria de Belém Roseira pelo PS, Carolina Tito de Morais pela família e pela Comissão Executiva e o Presidente, Jaime Gama, que encerrou a sessão.

Numa sala repleta de individualidades representantes dos diversos órgãos de soberania, do poder judicial e do poder local, antigos e actuais Deputados, dirigentes sindicais, representantes das diversas Ordens, familiares de Tito de Morais e membros das Comissão de Honra e Executiva das Comemorações e muitos outros convidados e cidadãos que quiseram participar nesta homenagem nacional, foi unânime o reconhecimento da importância que Manuel Alfredo Tito de Morais teve na luta pela democracia e na sua consolidação no pós 25 de Abril.

Todos lhe reconheceram o papel fundamental que desempenhou, primeiro a favor da liberdade e, depois do movimento militar que derrubou a ditadura, a favor do desenvolvimento social das populações e da dignificação da função parlamentar, para ele símbolo maior da democracia portuguesa.

Tratou-se de um acto raro de grande unidade que muito honrou a Casa do Povo, como Tito de Morais gostava de chamar à Assembleia da República.

Inteiro Postal - Assembleia da República



publicado por CCTM às 23:55
link do post | comentar |

Placa casa Tito de Morais

 

Numa breve cerimónia realizada na rua, o Presidente da Assembleia da República, Jaime Gama, a Associação dos ex-deputados – AEDAR – pela voz do seu presidente Luís Barbosa, e Manuel Tito de Morais Oliveira, neto do homenageado, evocaram a memória de Tito de Morais e descerraram a placa que assinala a casa onde viveu Manuel Alfredo Tito Morais depois do seu regresso do exílio.

Jaime Gama referiu na altura o que os levava a fazê-lo: - "simboliza aquilo que (Tito de Morais) foi em vida: como um grande combatente político, um homem bom e sério e um homem de luta pela liberdade e democracia do seu país."

Está lá, na parede do nº 4 da Avenida Magalhães de Lima, em Lisboa, para que quem passe a leia e lembre que este País é obra de homens bons que nos deixaram exemplos de futuro.

Para além dos familiares e do Presidente do Partido Socialista, Almeida Santos, assistiram ao acto todos os membros da Comissão Executiva promotora das Comemorações do Centenário, muitos outros da Comissão de Honra, inúmeras individualidades e muitos cidadãos.



publicado por Luis Novaes Tito às 13:05
link do post | comentar |

Placa casa Tito de Morais


publicado por CCTM às 13:00
link do post | comentar |

Convite AR Placa casa Tito de Morais


publicado por CCTM às 03:23
link do post | comentar |

Terça-feira, 8 de Junho de 2010

Inteiro Postal - CCTM

Portaria n.º 307/2010
de 8 de Junho

Manda o Governo, pelo Secretário de Estado Adjunto, das Obras Públicas e das Comunicações, ao abrigo das disposições do artigo 4.º do Decreto-Lei n.º 360/85, de 3 de Setembro, que seja lançado em circulação um postal inteiro comemorativo do centenário do nascimento de Manuel Alfredo Tito de Morais

Design: Atelier Acácio Santos/Elisabete Fonseca
Dimensão: 150 mm × 105 mm
Taxas: taxa paga (válido para o 1.º escalão do serviço normal nacional)
1.º dia de circulação: 29 de Junho de 2010
Tiragem: 20 000 exemplares.

O Secretário de Estado Adjunto, das Obras Públicas e das Comunicações, Paulo Jorge Oliveira Ribeiro de Campos, em 2 de Junho de 2010.



publicado por CCTM às 23:43
link do post | comentar |

Quinta-feira, 3 de Junho de 2010

Acção Socialista

A Assembleia da República vai organizar no dia 29 de Junho uma sessão especial de homenagem ao camarada Manuel Alfredo Tito de Morais, que foi presidente deste órgão de soberania, no centésimo aniversário do seu nascimento.

Com início às 18 horas, a sessão, presidida por Jaime Gama, presidente da Assembleia da República, vai decorrer na Biblioteca e contará com a presença de muitos deputados e convidados. Estará patente também uma exposição sobre a obra de Tito de Morais na qualidade de presidente do Parlamento.

Jaime Gama será um dos oradores e falará sobre o homenageado como político e como homem. Um membro da família usará também da palavra.

Na mesma ocasião, os CTT lançarão um inteiro-postal com a foto do fundador do Partido Socialista

Pelas 12 horas do mesmo dia, o presidente da Assembleia da República vai descerrar uma lápide na casa onde viveu Manuel Tito de Morais (na Av. Magalhães Lima, em Lisboa) desde Abril de 1974, quando regressou do exílio, até à sua morte em Dezembro de 1999. Cerimónia para a qual todos estão convidados.

 Estas actividades, que decorrerão no dia 29 de Junho, estão inseridas na semana de homenagem ao camarada Manuel Alfredo Tito de Morais, uma iniciativa da família e de um grupo de amigos, a que se juntou o Partido Socialista.

(Ler mais no Acção Socialista)



publicado por CCTM às 00:01
link do post | comentar |

Segunda-feira, 1 de Fevereiro de 2010

Tito de Morais - Assembleia da RepúblicaDiscurso de posse do Presidente da AR

(1983.06.08)

 

(...)

"Srs. Deputados, nesta casa de tão nobres tradições, que nos recorda tribunos e políticos que honraram de forma ímpar a nossa história, devemos sentir o peso enorme das responsabilidades que sobre nós recaem neste momento particularmente conturbado da nossa vida política, impondo-nos que trabalhemos com firmeza e determinação na estabilização do regime democrático nascido da Revolução do 25 de Abril. E, para mim, a consolidação do regime passa, em primeiro lugar, pelo fiel cumprimento da Constituição da República.

Acresce que a última revisão da Constituição, ao alargar substancialmente as competências políticas e legislativas desta Assembleia, ao mesmo tempo que reforçou a sua autonomia organizativa e consolidou os poderes individuais dos Srs. Deputados e dos respectivos grupos parlamentares, veio aumentar, em consequência, as suas responsabilidades na condução da vida política do País.

Tanto na maioria como na minoria - que é indispensável à existência e eficácia de um regime democrático - deve, em minha opinião, existir um único objectivo: trabalhar para que, através dos órgãos de soberania existentes, se desenvolva todo um processo que atinja, em liberdade, a justiça social, onde predominam 2 vectores essenciais: o cultural e o económico. Pela acção persistente e indomável de muitos milhares de democratas, pela decisão e coragem dos capitães de Abril, conquistámos a liberdade e a democracia, tendo uma e outra de ser prestigiadas e defendidas com a mesma coragem de então." (...)

(siga para a leitura integral do discurso)



publicado por Luis Novaes Tito às 16:10
link do post | comentar |

Sexta-feira, 29 de Janeiro de 2010

Tito de Morais - Revista à GNR

Presidente da Assembleia da República - 1983
Devolução da estátua de José Estevão ao espaço público



publicado por CCTM às 00:54
link do post | comentar |

Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2009

Fantasporto Naqueles idos de 1983, a conferência diária para marcação de agenda fazia-se a partir das oito da noite. Tito de Morais, Presidente da Assembleia da República, pedia à Marinela que lhe levasse dois cafés, um para ele e outro para mim que avançava com a pasta de despacho recheada com dezenas de pedidos de audiências, solicitações de presença em acções e eventos diplomáticos ou sociais.

Na rotina, depois de preencher as horas da agenda com as actividades parlamentares de maior relevo, plenários, conferências de líderes, conselhos administrativos, etc. passava-se ao corpo diplomático e às restantes solicitações.

Era uma parte do dia de trabalho que me dava especial gozo pelos comentários e apreciações quase sempre bem humorados nas situações de maior originalidade e na distribuição dos encargos de representação pelos vice-presidentes, Fernando Amaral, José Luís Nunes, Basílio Horta e José Vitoriano.

Naquele dia, o convite mais estranho que levava na pasta era para uma deslocação ao Carlos Alberto, no Porto, para um festival do filme fantástico, organizado por Mário Dorminsky. Seria o segundo ou terceiro ano da realização de tal festival, ainda com reduzida implementação e divulgação. Quando me preparava para passar o convite para o monte dos “agradeço, mas motivos de agenda…” , Manuel Tito de Morais sorriu com os olhos verdes que sorriam sempre em alturas de desafio e disse-me de cigarro na ponta dos dedos:

- “Escreve a este Mário Dorminsky a dizer-lhe que irei lá e que tu vais comigo. Depois telefona-lhe para combinar o protocolo. Temos de apoiar estas iniciativas, principalmente se forem embriões de cultura fora da capital.

Vais ver que isto ainda vai ser um importante certame do cinema em Portugal.”

Esta acção fez com que a comunicação social tivesse, pela primeira vez, dado cobertura especial ao cinema fantástico do Porto.

Para o ano que vem o Fantasporto, ainda dirigido por Mário Dorminsky, irá fazer o seu 30º aniversário.

É um dos mais relevantes certames internacionais do cinema fantástico.



publicado por Luis Novaes Tito às 13:43
link do post | comentar | ver comentários (4) |

Quinta-feira, 19 de Novembro de 2009

Manuel Alfredo Tito de Morais, formado em Engenharia Electrotécnica pela Universidade de Gand (Bélgica), foi militante e um dos fundadores do Partido Socialista (PS).

Em 1945 foi membro da Comissão Central do Movimento de Unidade Democrática (MUD).

Condicionalismos políticos levaram-no a passar por Angola, França, Brasil, Argélia, Suíça, Itália e Alemanha. Na Argélia foi dirigente da Junta de Salvação Nacional e, em Genebra, em 1964, fundou a Associação Socialista Portuguesa (ASP), que deu origem ao Partido Socialista em 1973.

Foi Deputado à Assembleia Constituinte em 1975 e Deputado à Assembleia da República no ano seguinte.

Entre Maio de 1979 e Abril de 1980 desempenhou o cargo de Vice-Presidente da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa.

Ocupou a vice-presidência da Assembleia da República entre 1977 e 1983, ano em que foi eleito Presidente deste órgão (até 1985).

No 6.º Congresso do Partido Socialista assumiu a presidência do PS, cargo que desempenhou entre 1986 e 1988.



publicado por CCTM às 00:01
link do post | comentar |


Tito de Morais - 1974
CCTM
Comissão Executiva das Comemorações do Centenário de Tito de Morais

. . . . - HomePage -
pesquisar neste blog
 
contactos
Largo do Rato nº 2
1269-143 Lisboa
cctm@sapo.pt
cctm@ps.pt
autores
em destaque
. biografias (notas)
. - entrevista (M.José Gama)
. cctm - comissão executiva
. cctm - comissão de honra
. comunicação social/informação
. Portugal Socialista 2010
. depoimentos actuais
. depoimentos anteriores
. estórias
. exílio
. - Argélia
. - França
. - Itália
. família
. mensagens
posts recentes

Homenagem Nacional - Asse...

Foi o tempo dos deputados...

Placa evocativa na casa o...

Placa evocativa na casa o...

Inteiro Postal

Centenário comemorado na ...

Eleição do Presidente da ...

República

Estórias [ II ] - Fantást...

Nota biográfica da Assemb...

arquivos

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

últimos comentários
SUA SOLUÇÃO FINANCEIRA EM 72 HORAS.Incrível, mas v...
Boa noite,Ainda tenho uma carta do Francisco R.Cos...
Boa noite, sugiro que entre em contacto com a asso...
Boa noite, estou a realizar um trabalho no âmbito ...
Só lhe peço que refira que a imagem faz parte do e...
Boa noite caro amigo,Gostaria de lhe perguntar se ...
Estou a ver na TV informacao sobre a greve. Esta g...
Tenho seguido atentamente todos os passos destas c...
Li as vossas palavras e fiquei muito contente de s...
Excelente! É uma amizade exemplar que nem a distân...
mais comentados
tags

todas as tags

links
subscrever feeds
blogs SAPO