Quarta-feira, 7 de Julho de 2010

Documentário sobre a vida de Tito de Morais a passar na RTPi (internacional), hoje, dia 07 de Julho de 2010, às 23:00 horas.

Pode igualmente ver o vídeo oficial da promoção (diferente do publicado neste Blog) e o teaser banda sonora no site da Panavídeo.

Sinopse



publicado por Luis Novaes Tito às 11:14
link do post | comentar |

Sábado, 26 de Junho de 2010

Documentário sobre a vida de Tito de Morais a passar na RTP2, hoje, dia 26 de Junho de 2010, às 21:00 horas.

Pode igualmente ver o vídeo oficial da promoção (diferente do publicado neste Blog) e o teaser banda sonora no site da Panavídeo.

 

Sinopse Documentário Manuel Tito de Morais – Antes Quebrar que Torcer

Exílio. Prisão. Perseguição. Clandestinidade. Tortura. Conspiração. Luta. Privação. Sacrifício. Conquista. Construção. Renúncia. Convicção.
Manuel Tito de Morais – 1910-1999

Irene Flunser Pimentel, Mário Soares, António Guterres, Almeida Santos, Jaime Gama, Manuel Alegre, António Capucho, Carlos Brito, Adriano Moreira, Pedro Pezarat Correia, Adelino Tito de Morais, António Reis, Carolina Tito de Morais, Luís Novaes Tito, Luisa Tito de Morais, M. Conceição Tito de Morais Pires, Pedro Tito de Morais e Teresa Tito de Morais Mendes, testemunham sobre Manuel Tito de Morais e sobre uma época de quase meio século de ditadura e a sua transição para a Democracia. “Antes Quebrar que Torcer”, um documentário biográfico sobre o político Manuel Tito de Morais.

Manuel Tito de Morais deu os primeiros passos no rescaldo da implantação da República em 1910, um momento histórico para o qual o seu pai muito contribuiu, ao bombardear o Palácio das Necessidades e provocar a fuga da família real. E a verdade é que os valores que nortearam a implantação da República – liberdade, igualdade, fraternidade – serviram de inspiração à longa vida de Tito de Morais.

Desde muito jovem que se manifestou contra a ditadura, sendo desde logo uma voz dissonante e contra a corrente. Por isso foi perseguido, preso, torturado. Teve dois casamentos e oito filhos e a sua família sofreu também o preço dos seus ideais. Viveu em Angola, onde conheceu o lado mais violento do regime. Seguiram-se os exílios no Brasil, em Argel e em Itália. Foi alvo de uma tentativa de emboscada que lhe poderia ter custado a vida. Liderou importantes movimentos de oposição ao regime a partir do exterior. E sem nunca desistir, conseguiu impor a sua visão: criar um Partido Socialista. “Ele já era do Partido Socialista antes do Partido Socialista o ser”, diz Manuel Alegre.

A liberdade por que tanto lutou chegou finalmente quando tinha 64 anos. Regressou do exílio no célebre “comboio da liberdade” com os seus companheiros de luta Mário Soares e Ramos da Costa. Quando parecia que já não havia mais nada para fazer, arregaçou as mangas e dedicou-se à organização do Partido na legalidade. Vieram as conquistas da democracia e da liberdade mas também as divergências. Foi Secretário de Estado e Presidente da Assembleia da República mas nunca se deixou corromper pelo deslumbre do poder. Renunciou a deputado quando a orientação do Partido não era que ele defendia e manifestou-se contra as coligações no governo. “Sem ele, a história recente da Democracia não teria sido a mesma” diz António Guterres. Intransigente e teimoso, diz quem o conheceu que Manuel Tito de Morais era de antes quebrar que torcer.

 

Duração: 58’

 

Realização – Pedro Clérigo
Jornalista/Guião – Anabela Almeida
Dir. Fotografia/ Imagem – Jorge Afonso
Banda Sonora Original– António José de Almeida
Pós-Produção Áudio – Samuel Rebelo
Pós-Produção HD - Pedro Clérigo
Coordenação Geral Panavideo – Telma Teixeira da Silva
Produção - Panavídeo



publicado por CCTM às 11:22
link do post | comentar |

Quinta-feira, 17 de Junho de 2010

 Filme promocional do documentário sobre a vida de Tito de Morais a passar na RTP2, dia 26 de Junho de 2010, às 21:00 horas

 

Sinopse Documentário

Manuel Tito de Morais – Antes Quebrar que Torcer

Exílio. Prisão. Perseguição. Clandestinidade. Tortura. Conspiração. Luta. Privação. Sacrifício. Conquista. Construção. Renúncia. Convicção. Manuel Tito de Morais – 1910-1999

Irene Flunser Pimentel, Mário Soares, António Guterres, Almeida Santos, Jaime Gama, Manuel Alegre, António Capucho, Carlos Brito, Adriano Moreira, Pedro Pezarat Correia, Adelino Tito de Morais, António Reis, Carolina Tito de Morais, Luís Novaes Tito, Luisa Tito de Morais, M. Conceição Tito de Morais Pires, Pedro Tito de Morais e Teresa Tito de Morais Mendes, testemunham sobre Manuel Tito de Morais e sobre uma época de quase meio século de ditadura e a sua transição para a Democracia. “Antes Quebrar que Torcer”, um documentário biográfico sobre o político Manuel Tito de Morais.

Manuel Tito de Morais deu os primeiros passos no rescaldo da implantação da República em 1910, um momento histórico para o qual o seu pai muito contribuiu, ao bombardear o Palácio das Necessidades e provocar a fuga da família real. E a verdade é que os valores que nortearam a implantação da República – liberdade, igualdade, fraternidade – serviram de inspiração à longa vida de Tito de Morais.

Desde muito jovem que se manifestou contra a ditadura, sendo desde logo uma voz dissonante e contra a corrente. Por isso foi perseguido, preso, torturado. Teve dois casamentos e oito filhos e a sua família sofreu também o preço dos seus ideais. Viveu em Angola, onde conheceu o lado mais violento do regime. Seguiram-se os exílios no Brasil, em Argel e em Itália. Foi alvo de uma tentativa de emboscada que lhe poderia ter custado a vida. Liderou importantes movimentos de oposição ao regime a partir do exterior. E sem nunca desistir, conseguiu impor a sua visão: criar um Partido Socialista. “Ele já era do Partido Socialista antes do Partido Socialista o ser”, diz Manuel Alegre.

A liberdade por que tanto lutou chegou finalmente quando tinha 64 anos. Regressou do exílio no célebre “comboio da liberdade” com os seus companheiros de luta Mário Soares e Ramos da Costa. Quando parecia que já não havia mais nada para fazer, arregaçou as mangas e dedicou-se à organização do Partido na legalidade. Vieram as conquistas da democracia e da liberdade mas também as divergências. Foi Secretário de Estado e Presidente da Assembleia da República mas nunca se deixou corromper pelo deslumbre do poder. Renunciou a deputado quando a orientação do Partido não era que ele defendia e manifestou-se contra as coligações no governo. “Sem ele, a história recente da Democracia não teria sido a mesma” diz António Guterres. Intransigente e teimoso, diz quem o conheceu que Manuel Tito de Morais era de antes quebrar que torcer.

 

Duração: 58’

Realização – Pedro Clérigo

Jornalista/Guião – Anabela Almeida

Dir. Fotografia/ Imagem – Jorge Afonso

Banda Sonora Original– António José de Almeida

Pós-Produção Áudio – Samuel Rebelo Pós-Produção

HD - Pedro Clérigo

Coordenação Geral Panavideo – Telma Teixeira da Silva



publicado por CCTM às 20:26
link do post | comentar |

Quarta-feira, 16 de Junho de 2010

Catálogo-Programa

Conforme planeado, realizou-se ontem a Conferência de Imprensa para fazer a apresentação do programa das Comemorações do Centenário de Tito de Morais.(Ver a página 14 do Acção Socialista de 2010.06.28)

Em especial resultou o despacho da Lusa que hoje foi reproduzido praticamente em todos os jornais de grande circulação e que pode ser lido, por exemplo, no I onLine.

Entretanto, com o intuito de manter a informação actualizada, continuaremos a publicitar as iniciativas programadas tanto neste Blog como no Facebook.



publicado por CCTM às 20:35
link do post | comentar |

Terça-feira, 15 de Junho de 2010

Catálogo-ProgramaRealiza-se hoje, dia 15 de Junho, pelas 17:30 horas, na Sede do Partido Socialista, uma conferência de imprensa promovida em conjunto pela Comissão Executiva das CCTM e o pelo PS, destinada à divulgação dos eventos que integram as Comemorações do Centenário de Tito de Morais.

Recorda-se que as comemorações decorrerão na semana de 28 de Junho a 2 de Julho e delas constam a apresentação da fotobiografia de Tito de Morais da autoria da Comissão Executiva, prefaciada por Mário Soares, a sessão solene realizada na Assembleia da República que é complementada pela apresentação de uma biografia, o lançamento de um inteiro postal e uma pequena exposição com materiais da AR e antecedida pelo descerramento de uma placa na casa de Lisboa onde viveu Tito de Morais, a homenagem prestada pela Câmara Municipal de Lisboa com o descerramento de um busto da autoria de Francisco Simões, junto ao Largo do Rato, uma sessão promovida pelo Grande Oriente Lusitano, uma outra promovida pela Fundação Mário Soares, a escritura da Associação Tito de Morais e por uma recepção na Sede Nacional do Partido Socialista que inclui o descerramento de uma placa comemorativa, intervenções dos dirigentes do PS e o lançamento de um número especial do Portugal Socialista.

Entretanto decorrem durante o mês de Junho, em todas as estruturas do PS, a aprovação de um Voto de Homenagem e eventos diversos da iniciativa dessas estruturas.

As Comemorações são antecedidas pelo lançamento da fotobiografia, editada pela Guerra e Paz, na livraria Bertrand-Chiado a realizar no dia 24 de Junho e pela passagem na RTP2, dia 26 à noite, de um documentário de 55 minutos sobre a vida de Manuel Alfredo Tito de Morais.



publicado por CCTM às 02:11
link do post | comentar |

Sexta-feira, 11 de Junho de 2010

Acção SocialistaCom a divulgação que o Acção Socialista de 2 de Junho fez dos conteúdos do desdobrável e do Voto de Homenagem proposto pela Comissão Executiva das CCTM, começaram já a chegar notícias de aprovação, pelas diversas estruturas de base do Partido Socialista, todas elas feitas por unanimidade e muitas com manifestações do apreço que têm por Tito de Morais e pelo significado destas Comemorações.

É frequente saber que, para além da unanimidade já referida, houve estruturas que se associaram às CCTM e manifestaram também a aprovação por aclamação e/ou fazendo respeitar um minuto de silêncio.

Para todas as Secções e Núcleos, Concelhias e Federações que já comunicaram a esta CE a sua aprovação, fica o agradecimento pelas palavras de agrado que nos têm enviado, que são um claro incentivo para concretização das acções que estamos prestes a levar a cabo com a participação de um alargado leque de entidades.

Havemos de conseguir a justa homenagem que Tito merece.



publicado por CCTM às 09:10
link do post | comentar |

Quinta-feira, 3 de Junho de 2010

Acção Socialista

A Assembleia da República vai organizar no dia 29 de Junho uma sessão especial de homenagem ao camarada Manuel Alfredo Tito de Morais, que foi presidente deste órgão de soberania, no centésimo aniversário do seu nascimento.

Com início às 18 horas, a sessão, presidida por Jaime Gama, presidente da Assembleia da República, vai decorrer na Biblioteca e contará com a presença de muitos deputados e convidados. Estará patente também uma exposição sobre a obra de Tito de Morais na qualidade de presidente do Parlamento.

Jaime Gama será um dos oradores e falará sobre o homenageado como político e como homem. Um membro da família usará também da palavra.

Na mesma ocasião, os CTT lançarão um inteiro-postal com a foto do fundador do Partido Socialista

Pelas 12 horas do mesmo dia, o presidente da Assembleia da República vai descerrar uma lápide na casa onde viveu Manuel Tito de Morais (na Av. Magalhães Lima, em Lisboa) desde Abril de 1974, quando regressou do exílio, até à sua morte em Dezembro de 1999. Cerimónia para a qual todos estão convidados.

 Estas actividades, que decorrerão no dia 29 de Junho, estão inseridas na semana de homenagem ao camarada Manuel Alfredo Tito de Morais, uma iniciativa da família e de um grupo de amigos, a que se juntou o Partido Socialista.

(Ler mais no Acção Socialista)



publicado por CCTM às 00:01
link do post | comentar |

Domingo, 14 de Março de 2010

Acção Socialista Na semana de 28 de Junho a 2 de Julho vão decorrer um conjunto de iniciativas que visam homenagear o fundador do PS, Manuel Alfredo Tito de Morais, referência moral e cívica de todos os socialistas, que dedicou a sua vida aos valores da igualdade, liberdade e fraternidade, o que lhe valeu durante a ditadura do Estado Novo o exílio e a prisão.

 

Continue a ler no Acção Socialista nº 1345 de 2010.03.11



publicado por CCTM às 14:03
link do post | comentar |

Sábado, 23 de Janeiro de 2010

Acção Socialista “Manuel Tito de Morais foi uma personalidade única, um exemplo moral para todos nós, pela determinação, coragem e coerência com que defendeu as suas ideias de liberdade e justiça social”,

afirmou o presidente do PS, Almeida Santos, na cerimónia, no dia 14, no cemitério da Guia, em Cascais, que assinalou os dez anos da morte do fundador do nosso partido e antigo presidente da Assembleia da República.

“Nunca conheci ninguém cujo carácter, honradez, integridade moral, coragem e coerência das ideias me tenham impressionado tanto, por isso foi a figura política que mais me marcou”,

referiu o presidente do PS, sublinhando que

“é preciso não esquecer homens como Tito de Morais que foi um resistente pela liberdade e democracia, com os sacrifícios inerentes, desde a prisão ao exílio”.



publicado por CCTM às 17:05
link do post | comentar |

Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2009

CCTM - Tito de MoraisA Comissão Executiva das Comemorações do Centenário de Tito de Morais tem por objectivo promover, em Junho de 2010, na semana de 28, dia em que Manuel Alfredo Tito de Morais faria cem anos, um conjunto de acções que convoquem a memória para os princípios de um dos homens que, no Século XX, foi um dos maiores impulsionadores do regresso de Portugal à democracia europeia e um dos lutadores para que todos os cidadãos tivessem as mesmas oportunidades e pudessem expressar-se e agir em liberdade.

De entre todas as acções que estão abarcadas no programa elencam-se as mais relevantes:

- Constituição de uma Comissão de Honra;
- Sessão solene na Assembleia da República (AR);

- Edição de uma brochura biográfica (AR);

- Emissão de um selo comemorativo (AR/CTT);

- Sessão evocativa no Grémio Lusitano (GOL);

- Sessão evocativa na Fundação Mário Soares;

- Exposição sobre a vida Tito de Morais no Museu da República e Resistência;

- Edição de uma fotobiografia;

- Realização de um documentário sobre a vida de Tito de Morais (RTP);

- Descerramento em Lisboa de um busto de Tito de Morais (CML);

- Descerramento de uma lápide evocativa na casa onde morou Tito de Morais;

- Edição de um número comemorativo do Portugal Socialista;

- Promoção de acções evocativas em diversas estruturas do PS.

Desde já se apela a todas as estruturas do Partido Socialista no sentido de se mobilizarem para sessões, a realizar durante o mês de Junho de 2010, em memória de Tito de Morais.

De todas estas acções daremos oportunamente mais detalhes neste Blog da Comissão Executiva (CCTM), expressamente construído para promover a divulgação das acções previstas e ajudar a recordar o exemplo de vida de Tito de Morais.



publicado por Luis Novaes Tito às 00:01
link do post | comentar |

Domingo, 20 de Dezembro de 2009

Evocação 2009 

No passado dia 14 de Dezembro, 10º aniversário da morte de Tito de Morais, reuniram-se no cemitério da Guia, em Cascais, um grupo de familiares, amigos e outras entidades para fazerem a evocação do fundador do PS.

O Partido Socialista fez-se representar pelo seu Presidente, António Almeida Santos, que proferiu uma pequena intervenção na sequência da evocação feita pelo neto do homenageado, Manuel Tito de Morais Oliveira.

Manuel Alegre e Pezarat Correia fizeram os elogios finais.



publicado por Luis Novaes Tito às 00:02
link do post | comentar |

Domingo, 13 de Dezembro de 2009

No dia 14 de Dezembro, 2ª feira, cumprem-se dez anos da morte de Manuel Tito de Morais. 

A família e a CCTM, com a colaboração do Partido Socialista, prestam-lhe uma homenagem às 13:00 horas, no Cemitério da Guia, em Cascais, junto ao jazigo onde se encontra. 

Pedimos a todos que compareçam e avisem outras pessoas.



publicado por Luisa Tito de Morais às 09:00
link do post | comentar |

Domingo, 6 de Dezembro de 2009

No próximo dia 14 de Dezembro passam 10 anos sobre a morte de Manuel Alfredo Tito de Morais.

A CCTM está a promover uma acção que marcará a data com a evocação da memória, no cemitério de Cascais, junto à placa onde é recordado o percurso de Tito de Morais.

A evocação, de que daremos notícia com mais pormenor neste Blog, terá lugar no dia 14 pelas 13:00 horas.



publicado por CCTM às 18:46
link do post | comentar |


Tito de Morais - 1974
CCTM
Comissão Executiva das Comemorações do Centenário de Tito de Morais

. . . . - HomePage -
pesquisar neste blog
 
contactos
Largo do Rato nº 2
1269-143 Lisboa
cctm@sapo.pt
cctm@ps.pt
autores
em destaque
. biografias (notas)
. - entrevista (M.José Gama)
. cctm - comissão executiva
. cctm - comissão de honra
. comunicação social/informação
. Portugal Socialista 2010
. depoimentos actuais
. depoimentos anteriores
. estórias
. exílio
. - Argélia
. - França
. - Itália
. família
. mensagens
posts recentes

RTPi (internacional), hoj...

RTP2, hoje, 26 de Junho, ...

Antes Quebrar que Torcer

Informação

Conferência de imprensa

Voto de Homenagem

Centenário comemorado na ...

Acção Socialista

Memória (2)

Objectivos da Comissão Ex...

arquivos

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

últimos comentários
SUA SOLUÇÃO FINANCEIRA EM 72 HORAS.Incrível, mas v...
Boa noite,Ainda tenho uma carta do Francisco R.Cos...
Boa noite, sugiro que entre em contacto com a asso...
Boa noite, estou a realizar um trabalho no âmbito ...
Só lhe peço que refira que a imagem faz parte do e...
Boa noite caro amigo,Gostaria de lhe perguntar se ...
Estou a ver na TV informacao sobre a greve. Esta g...
Tenho seguido atentamente todos os passos destas c...
Li as vossas palavras e fiquei muito contente de s...
Excelente! É uma amizade exemplar que nem a distân...
tags

todas as tags

links
subscrever feeds
blogs SAPO